• Marina Camargo

Para que serve uma partitura?


Bem, antes de respondermos essa pergunta, vamos a uma definição.

Partitura é o material gráfico, contendo notações impressas ou manuscritas, que mostra a totalidade das partes de uma composição musical. Ou simplesmente, qualquer folha de papel com notação musical.

Existem registros de notação musical desde a Antiguidade. Os gregos usavam um sistema de notação baseado nas letras do alfabeto. A continuidade desse sistema deu origem às cifras que usamos hoje (A B C D E F G).

Foi um monge beneditino italiano chamado Guido D'Arezzo, no século XI, quem desenvolveu as bases do sistema de notação musical. Mas foi somente no século XVII que o sistema se desenvolveu até a forma como o conhecemos hoje.

(Manuscrito musical do século XVI)

O elemento básico de qualquer sistema de notação musical é a nota, que representa um único som e suas características básicas: duração e altura. Os sistemas de notação também permitem representar diversas outras características, tais como variações de intensidade, expressão ou técnicas de execução instrumental.

Imagine que você não sabe ler, não conhece o alfabeto, nem mesmo o som que cada letra representa. É assim que nos sentimos a primeira vez que nos deparamos com uma partitura. É preciso decifrar o código! Então vamos aprendendo cada símbolo, desenho, sinal, e traduzindo isso para o instrumento. Até o momento que conseguimos ler toda a partitura ao mesmo tempo que tocamos a música. É como uma criança que consegue ler um livro inteiro e entender toda a história.

"Mas será que eu preciso aprender tudo isso?"

"Eu só quero tocar algumas músicas ;) "

Quando eu comecei a tocar acordeom meu professor não me ensinou a partitura. Eu tocava "de ouvido". Existe um lado bom e outro ruim nessa história. O bom era que eu estudava apenas a música. Exercitava incansavelmente aquelas notas que ele tinha feito eu decorar durante a aula. O ruim é que eu sempre esquecia uma parte, ou às vezes uma grande parte da música. E aí eu precisava voltar na aula e decorar tudo novamente pra depois chegar em casa e tentar executar no acordeom.

Era um aprendizado "na marra" ;)

Qual a lição que eu aprendi com isso. Não podemos contar apenas com a memória!

A partitura serve como nossa aliada na hora do estudo. Ali estão escritos todos os elementos para se executar a música.

O estudo consiste em ler esses elementos, executá-los no instrumento e ouví-los para se certificar que estão corretos. Com a constante prática decoramos esses elementos, ou seja, tocamos a música sem precisar ler a partitura.

Não esquecendo que a memória muscular é uma grande aliada, pois a frequente repetição de um movimento faz com que ele se reproduza "aparentemente sozinho".

É a mágica do estudo ;)

Então, estude a leitura, exercite várias vezes cada trecho e depois toque a música de cor. Com o tempo e a prática você conseguirá ler qualquer partitura!

Bons estudos e até a próxima!

Aqui um vídeo sobre "Como ler música" de Tim Hansen

#leituramusical #partitura

0 visualização