• Marina Camargo

Formação de Acordes - Tensões disponíveis


Leia os posts anteriores:

Como formas acordes?

Formação de Acordes - Acordes com Sétima.

Chegamos ao nosso último post sobre formação de acordes! Falaremos hoje sobre as tensões ou extensões disponíveis, que são as notas da escala que não entraram na formação dos acordes mas que estão disponíveis caso o músico queira "embelezá-los".

Essas notas são as nonas (9, b9 e #9), quartas ou décimas primeiras (4 ou 11, #4 ou #11) e as sextas ou décimas terceiras (6 ou 13, b6 ou b13).

O quadro acima mostra a distância das extensões contando a partir da tônica. Por exemplo, num acorde de C7 a nona será a nota Ré, porque o Ré está a um tom da nota Dó.

E porque eu chamo de 9 e não de 2? Porque o mais comum é utilizar essas extensões na oitava mais aguda do acorde, ou seja, como última nota sempre que possível. Dessa forma, quando as notas ultrapassam a oitava eu passo a chamá-las de 9, 11, 13.

A fórmula é a seguinte:

Utilizando a escala de Dó como exemplo, o Ré (2) será a 9, o Fá (4) será a 11 e o Lá (6) será a 13. A nomenclatura 4 e 6 são bastante usadas também. O único intervalo que não aparece nas cifras é o 2, sendo substituído pelo 9.

No exemplo acima, separamos em azul as notas que formarão os acordes.

A combinação das notas C, E, G e B formarão o acorde de C7M.

Em branco "sobraram" as notas das colunas 2, 4 e 6. Estas notas não são necessárias para a formação do acorde, porém, estão à disposição do músico para adicioná-las se ele julgar interessante. Lembrando que o 2 será chamado de 9 na cifra.

Nonas

As nonas podem ser maiores, menores e aumentadas.

Exemplos de acordes onde podemos encontrar a nona:

C7(9), C7(b9), Cm7(9), C7(#9), C7 (4, 9).

Nesse caso os acordes serão de 5 notas. Você não precisa tocar todas as notas usando o teclado do acordeom. Usando o acorde de C7(9) como exemplo, uma boa dica é colocar a tônica no baixo (Dó), e no teclado tocar o restante das notas: mi, sol, sib, ré.

Quartas

A quarta pode ser usada como 4 ou uma oitava acima como 11. As quartas podem ser justas ou aumentadas.

Exemplos de acordes: C sus4, C7(#11), Cm7(11), Cm7(b5,11).

Sextas

Assim como a quarta, a sexta também pode ser usada como 6 ou como 13 uma oitava acima.

Exemplos de acordes: C6(9), Cm6, C7(b13), C7(b9,13).

Como exercício tente montar esses acordes utilizando a técnica de colocar a tônica no baixo. Bons estudos!

#extensões #acordes #tensões

0 visualização